O ministro do STF, Alexandre de Moraes, determinou na noite da segunda-feira (8) que o Ministério da Saúde retome a divulgação dos dados acumulados de covid-19 no Brasil. Desde a semana passada a pasta se limitou a divulgar apenas os avanços diários da doença.

Moraes tomou a decisão após analisar ação apresentada pela Rede Sustentabilidade, Psol e PCdoB. Ele determinou que a AGU preste as “informações que entender necessárias” em até dois dias.

Até a semana passada o Ministério da Saúde apresentada dados acumulados, novos e curvas da doença, inclusive por região — tanto dos novos casos quanto dos óbitos. A mudança do governo gerou críticas de diversos setores e entidades nacionais e internacionais.

De acordo com Alexandre de Moraes, a “gravidade” da pandemia exige que autoridades tomem todas as medidas possíveis para apoio e manutenção do Sistema Único de Saúde.

Segundo a pasta da Saúde, o Brasil teve 15.654 casos confirmados da doença nas últimas 24 horas e 679 óbitos. Um levantamento paralelo feito por um consórcio de empresas de comunicação anunciou um número diferente: 19.631 infectados e 849 mortos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui