SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A ex-BBB Adriana Sant’Anna, 29, respondeu a uma série de perguntas de fãs em suas redes sociais e acabou afirmando que já poderia parar de trabalhar, sem depender do governo ou de terceiros. “Eu sempre busquei isso”, afirmou ela, que criticou as pessoas que apontam seu sucesso como resultado da sorte.

“O problema é que muitas pessoas sentem raiva de quem faz dinheiro, sabia? Mas a raiva na verdade é da vida delas, por não aceitar pagar o preço. O preço é alto, as pessoas zombam, tiram sarro e quando você vence dizem que foi sorte. Sorte é o nome que vagabundo dá ao esforço que ele não faz”, afirmou ela.

Entre outras perguntas, Adriana falou sobre as críticas e “alfinetadas” que costuma receber e disse que “se você for dar ouvidos a todos, não chegará a lugar nenhum. Quem é feliz e realizada não joga areia no projeto alheio e não enche o saco dos outros. Foca no seu”, disse a uma seguidora.

Adriana, que participou do Big Brother Brasil 11, chegou a lançar um livro, “Nunca foi Sorte”, e virou influenciadora fitness e palestrante motivacional após sua participação no reality. Recentemente, no entanto, ela se envolveu em uma polêmica nas redes sociais ao comparar escravidão à zona de conforto.

Ela é casada com Rodrigo, que conheceu também durante o programa e eles têm dois filhos, Rodrigo e Linda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui