Fontes do Palácio Guanabara disseram que o governador Wilson Witzel deve fazer novas mudanças no primeiro e segundo escalão do governo do Estado. Seria uma sinalização de pacificação, de tentativa de aproximação com o parlamento fluminense.

É preciso ficar atento, depois da abertura do processo de impeachment, justamente nesses movimentos de trocas, de ofertas de cargos e também de postos. Antes mesmo da aceitação da abertura do processo na Alerj, alguns deputados diziam que Witzel já estava fazendo essas propostas.

No mês passado, já ciente que a situação politica estava bastante complicada, o governador do Rio promoveu sete trocas no primeiro escalão do governo do Estado do Rio de Janeiro e novas devem vir daqui para frente.

Dependnedo dos partidos que forem contemplados, isso pode render, no chamado toma-lá-da-cá, apoio politico do processo de impeachment — que começa a correr efetivamente a partir da próxima segunda-feira (15).

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui