Serão estabelecidas barreiras sanitárias específicas recomendadas pelo Núcleo Assistencial da Câmara, sob o comando da equipe médica do Legislativo. Câmara Municipal de Cuiabá
Câmara de Cuiabá/ Assessoria
Com três casos confirmados e 13 suspeitos de Covid-19, a Câmara de Cuiabá decidiu suspender todas as atividades presenciais a partir desta terça-feira (9) até a próxima quarta-feira (17).
Um dos casos confirmados é o do vereador Orivaldo da Farmácia, que testou positivo para a Covid-19 no início da semana passada.
Confira as últimas notícias sobre o coronavírus em MT
Serão estabelecidas barreiras sanitárias específicas recomendadas pelo Núcleo Assistencial da Câmara, sob o comando da equipe médica do Legislativo.
Assim que findar o prazo estabelecido, as medidas restritivas de acesso impostas serão reavaliadas pelo núcleo em conjunto com a Mesa Diretora, com base em recomendações sanitárias.
“Durante o período estabelecido, o prédio da Câmara estará totalmente fechado para a entrada e circulação de quaisquer pessoas, sejam vereadores, assessores e demais servidores, sendo permitida a entrada apenas dos responsáveis por setores indispensáveis ao regular funcionamento das atividades de preparo legislativo e transmissão da sessão em plataforma digital e servidores da parte administrativa que sejam previamente autorizados pela presidência”, diz trecho da portaria nº 467/2020, assinada pelo presidente Misael Galvão (PTB), a qual já foi remetida para publicação no Diário Oficial de Contas que circula nesta terça-feira.
Diante disso, todos os servidores e assessores parlamentares permanecerão no exercício de suas atividades em trabalho remoto. “Estamos seguindo todas as recomendações de saúde e sanitária a fim de preservar a saúde dos nossos servidores e vereadores, mas os trabalhos não podem parar, ainda mais neste momento de pandemia. Então, instituímos neste período de suspensão dos trabalhos presenciais e o trabalho 100% remoto”, pontuou o parlamentar petebista.
Desta forma, as sessões virtuais semanais serão mantidas, sem prejuízo das atividades regulares do Poder Legislativo, assim como vem ocorrendo desde o início da pandemia do novo coronavírus, as sessões ordinárias são realizadas via plataforma digital.
A próxima sessão ordinária ocorre na quinta-feira (18). Contudo, a Mesa Diretora deve convocar uma extraordinária para a manhã de segunda-feira (15), para apreciação de mensagens do Poder Executivo que se encontram em tramitação.
Também serão mantidas todas as reuniões de comissões permanentes e de inquérito. “São medidas de segurança que precisam ser implantadas”, finalizou Misael.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui