Conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nessa terça-feira (9), a cidade já tinha 397 casos e 24 mortes em decorrência da doença. Mapa mostra distribuição dos casos de Covid-19 em Várzea Grande
Prefeitura de Várzea Grande/UFMT
Os casos confirmados de Covid-19 haviam de espalhado por 20 bairros de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, até o dia 3 de junho, quando foi realizado um estudo pela prefeitura e pela Universidade Federal de Mato Grosso,
Conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nessa terça-feira (9), a cidade já tinha 397 casos e 24 mortes em decorrência da doença.
Os bairros Cristo Rei e Nova Várzea Grande são os que têm mais casos de moradores infectados pela doença, com estatística de 27 a 28 casos.
Confira as últimas notícias sobre coronavírus em MT
Em seguida estão Parque do Lago e Costa Verde, com 16 a 20 moradores infectados em cada um deles.
Com número de moradores que varia de 11 a 15 pessoas, estão os bairros Jardim dos Estados, Marajoara e Canelas.
De acordo com a pesquisa, os primeiros sintomas do primeiro caso notificado começaram no dia 14 de março, sendo notificado em 16 de março.
Em 3 de junho, a incidência de Covid-19 no estado era de 92,7/100.000 habitantes, de Cuiabá era de 152/100.000 habitantes e, de Várzea Grande, de 108/100.000 habitantes.
Conforme o estudo, a projeção para o pico seria em 07 de setembro. Até esta data seriam cerca de 16,5 mil casos confirmados, com margem de erro de 5% para mais ou para menos. Este número pode ser aumentado ou diminuído dependendo das medidas de isolamento social, inclusive a data do pico.
Ainda de acordo com o estudo realizado, até o dia 25 de março o município era classificado com transmissão local, logo, a coleta era realizada em todos os pacientes que se encaixavam na definição de caso suspeito. A partir do dia 26 de março, o município foi classificado como tipo de transmissão comunitária e a coleta de material passou a ser realizada somente em casos graves (casos considerados suspeitos e que se encontravam internados), ou seja, notificados como Síndrome Respiratória Aguda Grave e também para os contatos de casos confirmados de Covid-19 que apresentavam sintomas.
Várzea Grande possui um plano de contingência para enfrentar a pandemia do novo coronavírus que prevê ações a serem desenvolvidas em cada cenário de modo a ativar a resposta adequada de acordo com o cenário encontrado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui