O novo coronavírus derrubou a produtividade da industria em 2,8% no 1º trimestre  de 2020 em relação ao 4º trimestre de 2019. Antes da pandemia o movimento era de leve alta, de acordo com a CNI.

Esse é o segundo pior resultado do indicador desde o recuo de 3,3% no 2º trimestre de 2018, impactado pela greve dos caminhoneiros.

Agora, a industria química registrou pior resultado nas vendas internas em 30 anos, com queda de 35%. A diretora da Associação Brasileira da Indústria Química, Fátima Ferreira, explica que o processo contínuo de produção não pode parar.

“Em abril e maio nós produzimos, por exemplo, com gás natural referenciado a um petróleo Brent de  US$ 50 o barril. Meu concorrente na Europa e nos EUA produziu o mesmo produto com gás referenciado ao Brent de US$ 20, US$ 25 barril. Então essas coisas estruturais a gente precisa modificar para voltar a ter competitividade e atrair investimentos.”

Para ajudar os empresários no acesso ao crédito nos pontos de maior reclamação nesse momento, a CNI criou cartilhas online sobre as novas linhas e demais opções do mercado.

É o que explica o gerente de Politica Industrial, João Emílio Gonçalves. “É importante, realmente, a empresa conhecer porque às vezes ela está vivendo uma dificuldade que já existe um instrumento.”

“Agora, uma outra coisa muito importante que temos discutido na CNI, com nossos parceiros, com o governo e o BNDES, é a necessidade de instrumentos de garantia que foi parcialmente endereçada com a MP que criou o FGI expandido — mas que agora precisa realmente começar a operar para mitigar essa percepção de risco e ajudar a fazer esses recursos das linhas, que já existem, chegar na ponta.”

A queda da produtividade na indústria no 1º trimestre deve permanecer em abril, maio e junho ainda pelo reflexo econômico da pandemia do coronavírus. A demanda em baixa e o retorno ao trabalho com restrições sanitárias vão impactar as linhas de produção.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui