A pandemia da Covid-19 mudou os planos de Dia dos Namorados deste ano. Com cinemas, restaurantes e muitas lojas fechadas, casais e estabelecimentos comerciais precisaram se reinventar para comemorar a data. Mas se engana quem pensa que existem poucas alternativas.

A administradora de seis shoppings da cidade de São Paulo e da Região Metropolitana, por exemplo, criou a venda de presentes através da videochamada. Segundo o gerente de marketing da Gazit, Rhuann Destro, a experiência permite que os clientes se sintam mais próximos do modelo compra presencial, facilitando a escolha.

No caso dos restaurantes, é possível pedir menus criados especialmente para a data via delivery ou retirá-lo no local. A gerente de marketing do hamburgueria Bullguer, Cátia Moura, conta que o estabelecimento apostou em temperar os sanduíches com música

Existe, também, a possibilidade de sair totalmente do comum: Uma empresa que trabalha com eventos aproveitou as roupas de personagens para criar uma surpresa diferente. Outra opção, conta o coordenador de projetos da Despertar Produções, Jardel Romão, é a possibilidade de contratar um urso para enviar mensagens de amor pelas ruas de São Paulo.

Para os casais mais tecnológicos, há ainda mais opções: no aplicativo Heartbits, por exemplo, é possível gravar o som dos batimentos cardíacos e enviar para a pessoa amada.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui