A ex-presidente Dilma Rousseff disse, na segunda-feira (15), que não vê um cenário possível para um impeachment do presidente Jair Bolsonaro neste momento. A petista deu a declaração na conferência Brazil Forum UK 2020, evento anual promovido pela comunidade de estudantes brasileiros no Reino Unido.

Para Dilma, a oposição ao presidente encontra “limites” que às vezes estão relacionados com as reformas neoliberais propostas pelo governo. A ex-presidente também diz ver uma escalada autoritária no país relacionada às atitudes de Bolsonaro que coloca a polarização política em um patamar mais alto.

A ex-presidente também falou da aproximação de Bolsonaro com o Centrão no Congresso; para ela, o grupo tem mais apreço pela democracia do que o próprio presidente.

Também presente no evento, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ressaltou que o Brasil pode cair no autoritarismo se não houver reação a fatos como os ataques contra o STF. No domingo (14), cerca de 30 manifestantes bolsonaristas autodenominados “300 do Brasil” simularam com fogos de artifício um ataque à Suprema Corte.

Fernando Henrique Cardoso também disse ver o presidente Jair Bolsonaro tão perdido quanto os brasileiros em meio a pandemia do coronavírus.  Segundo ele, o governo está sem rumo na condução da crise sanitária, já que a prioridade inicial era reorganizar a questão fiscal do país.

*Com informações da repórter Letícia Santini

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui