O governador de São Paulo, João Doria, e o prefeito da capital, Bruno Covas, repudiaram a tentativa de invasão de deputados estaduais no hospital de campanha do Anhembi. Eles criticaram o grupo de parlamentares e assessores que entrou no local na quinta-feira (4) sem autorização da Prefeitura.

Segundo Bruno Covas, os deputados filmaram as alas do hospital que ainda não foram ativadas. Além disso, gravaram pacientes sem autorização prévia, muitos estavam sendo higienizados nos leitos no momento.

Alguns dos políticos aparecem, inclusive, sem máscara de proteção. Em vídeo ao lado do prefeito Bruno Covas, o governador João Doria se disse indignado com a situação.

Estiveram no hospital os deputados estaduais: coronel Telhada, do PP, Letícia Aguiar, do PSL, Marcio Nakashiama, do PDT, e Sargento Neri, do Avante. A ação foi filmada e publicada pelos próprios parlamentares em suas redes sociais. Em nota, o grupo afirmou que tinha autorização para entrar.

O hospital de campanha do Anhembi comporta mais de 1.800 pessoas. Atualmente, o local atende 397 pacientes com a Covid-19. De acordo com a prefeitura, 3.700 pacientes se trataram no hospital, sendo que mais de 2 mil foram curados.

*Com informações do repórter Leonardo Martins 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui