Magistrada está em casa e o marido também. Mas a mãe está intubada na UTI de hospital particular de Cuiabá. Amini Haddad Campos contraiu coronavírus
Instagram/Reprodução
A juíza Amini Haddad Campos, que atua na Comarca de Várzea Grande, está com Covid-19. Nessa segunda-feira (15), ela postou no Instagram que está com 25% do pulmão comprometido, mas ela está fazendo o tratamento em casa.
Além dela, o marido, Joelson Campos de Melo, que é promotor de Justiça, e a mãe da magistrada se infectaram com vírus. A mãe dela está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular em Cuiabá.
O marido e a mãe dela testaram positivo para Covid-19 no último dia 3. Logo depois, ela começou a apresentar os sintomas da doença. Amini está na segunda fase do tratamento que teve início nessa segunda-feira.
Amini e o marido têm dois filhos, que testaram negativo para a doença.
Na postagem, ela conta que a única pessoa da família que saía para fazer compras no mercado e farmácia era o marido e acredita que ele se contaminou dessa forma.
Ela diz que estava trabalhando em home office e que a família tomava todos os cuidados, usando máscara e se higienizando com álcool em gel.
“Então, muita cautela com os horários de pico dos mercados. Cuidado ao digitar na máquina de cartão de crédito. Toda cautela é necessária”, afirma.
Segundo informações do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), três magistrados e 19 servidores testaram positivo para Covid-19 e estão em isolamento social até se recuperarem.
De acordo com o órgão, desde o início da pandemia, foi montado um grupo de gestão de crise para acompanhar os casos e promover ações dentro da unidade para evitar a proliferação do novo coronavírus.
Veja mais notícias sobre o coronavírus em MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui