SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A atriz e modelo Cara Delevingne, 27, afirmou em entrevista à revista Variety, publicada nesta quarta-feira (3), que é pansexual. “Eu me apaixono pela pessoa, e é isso. Eu sou atraída pela pessoa”, disse. Pansexual é alguém que sente atração por gente de todas as identidades de gênero ou pelas qualidades de alguém independentemente da identidade de gênero.

A modelo também afirmou que no processo para se aceitar precisou descartar os rótulos. “O problema é que eu mudou muito […] Eu me sinto diferente o tempo todo. Alguns dias, me sinto mais feminina. Alguns dias, me sinto mais como um homem”, contou.

Delevingne está sozinha desde o fim do seu namoro de dois anos com a atriz Ashley Benson, 30, conhecida pelo seu papel na série “Pretty Little Liars”. Embora tenha se recusado a falar em detalhes sobre o fim do relacionamento, ela afirmou que é muito difícil manter a normalidade quando se é uma pessoa pública, constantemente fotografada e perseguida pelos paparazzi. “Eu acho que é por isso que tenho tendência a manter minha vida privada muito mais privada agora, porque essa coisa pública pode realmente arruinar muitas coisas.”

Na entrevista, Delevingne lembrou das dificuldades em ser aceita em Hollywood no início de sua carreira. Ela contou que o produtor e magnata do cinema Harvey Weinstein, que hoje cumpre pena de 23 anos de prisão por estupro e agressão sexual, foi uma das pessoas que disse que ela não poderia se relacionar com uma mulher e também ser atriz.

Em 2017, ela relatou em uma postagem no Instagram, que Weinstein tentou beijá-la antes de lhe oferecer o papel em um filme.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui