Os dois termos que definem os viajantes do espaço não têm apenas diferentes pronúncias, mas também significados. Gagarin e Titov indo para o voo da Vostok 2
Nasa
Russos e americanos se referem aos membros de seus respectivos programas de voos espaciais de maneira diferente. Apesar de o trabalho de um membro da tripulação de uma nave espacial envolver quase os mesmos riscos, responsabilidades e recompensas nos EUA e na Rússia, seu nome é bem diferente.
Parceria entre SpaceX e Nasa revoluciona e inaugura nova fase das viagens especiais
Então, por que o herói americano Neil Armstrong é chamado de “astronauta”, enquanto o primeiro homem a ir ao espaço, o russo Yuri Gagárin, é um “cosmonauta”?
Universo versus estrelas
Os dois termos têm origens semelhantes. Ambos têm raízes na língua grega, onde “cosmos” (κόσμος, em grego) se refere a um “universo”, enquanto o termo “astro” (αστρον em grego) se refere a “estrela”.
Os astronautas da Nasa Douglas Hurley e Robert Behnken posam para foto durante ensaio para o lançamento no Kennedy Space Center no Cabo Canaveral, na Flórida, EUA, neste sábado (23)
Kim Shiflett/Nasa/Divulgação via Reuters
Nos dois casos, a segunda parte de cada palavra deriva da palavra grega “nautes” (ναύτης, em grego), que significa “marinheiro”.
Os russos se referem aos membros de seu programa espacial como “navegadores do universo”, enquanto os americanos se referem aos deles como “navegadores das estrelas”.
Apesar de ambos os termos se referirem exatamente à mesma profissão, os russos também usam o termo “astronauta” em um contexto diferente do dos norte-americanos.
Ficção científica versus vida real
Enquanto a Nasa usa “astronauta” para definir seus membros da espaçonave, os russos usam a palavra com outro sentido.
Antes de Ary Sternfeld, engenheiro polonês nascido no Império Russo em 1905 (morto em 1980 em Moscou), cunhar o termo “cosmonáutica”, o termo alternativo russo “zvezdoplavanie” (que significa “navegação pelas estrelas”, em russo) era amplamente utilizado na Rússia.
Isso ocorreu muito antes do primeiro voo ao espaço, quando as autoridades soviéticas finalmente optaram por instituir a “cosmonauta” como padrão.
Cápsula Vostok, onde viajou Yuri Gagarin ao espaço pela primeira vez
G1/ Adriane Schultz
Mas também há uma lenda de que um engenheiro aeroespacial russo chamado Mikhaíl Tikhonravov (1900-1974) teria criado o termo “cosmonauta” e o popularizado entre a comunidade aeroespacial russa, em oposição ao termo “astronauta”, usado no Ocidente.
Para os soviéticos, o prefixo “astro” (que significa “estrela”, em latim) de “astronauta” implicava longas viagens espaciais para as estrelas, dando ao termo uma conotação de ficção científica.
Assim, como os cosmonautas eram membros reais de naves espaciais que viajavam para o espaço próximo, os astronautas – no entendimento russo-soviético – eram uma lenda: viajantes espaciais do futuro que só existiam nas páginas de ficção científica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui