Deverão funcionar apenas os serviços essenciais. A medida é para tentar diminuir o número de casos suspeitos no município, uma vez que a taxa de ocupação de leitos de UTI’s no estado já ultrapassou 60%. Prefeitura de Chapada dos Guimarães
Assessoria
A Prefeitura de Chapada dos Guimarães decidiu fechar o comércio a partir de segunda-feira (15), durante a pandemia.A decisão foi tomada durante reunião feita pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19, na última quarta-feira (10). Deverão funcionar apenas os que são considerados serviços essenciais.
A medida é para tentar diminuir o número de casos suspeitos no município, uma vez que a taxa de ocupação de leitos de UTI’s no estado já ultrapassou 60% e o município pode correr o risco de não conseguir atender os pacientes que necessitarem de internação nesses leitos.
O promotor de Justiça Leandro Volochko, representante do Ministério Público Estadual (MPE) no comitê, explicou que a decisão foi baseada em critérios técnicos relativos à saúde.
Além do aumento expressivo do número de casos, o promotor de Justiça destaca que o Lacen, laboratório que realiza os exames de Covid-19, aumentou o tempo de espera para a entrega de resultados a Chapada dos Guimarães de 72 horas para 10 a 15 dias.
Essa demora significa que o município vai ficar no escuro, sem saber quais casos estão confirmados, em um período longo. Por isso, o comitê tomou essa decisão.
Neste sábado (13) o Comitê volta a se reunir virtualmente para deliberar sobre quais serviços essenciais poderão funcionar.
Nos próximos 15 dias uma nova reunião será realizada para reavaliar a situação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui