Após mais de dois meses fechados, os shopping centers na cidade de São Paulo vão reabrir nesta quinta-feira com restrições. O prefeito Bruno Covas (PSDB) assinou um termo de compromisso com cinco entidades do setor e autorizou a reabertura gradual dos estabelecimentos.

Os centros de compras vão funcionar com horário reduzido em duas opções: Das seis às dez da manhã ou das quatro da tarde às oito horas da noite. Cinemas, teatros e praças de alimentação continuarão fechados para o atendimento ao público, mas os restaurantes podem continuar com serviços de delivery.

Para o presidente da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping, Nabil Sahyoun, o limite de horário poderia ser estendido. O prefeito Bruno Covas diz que o objetivo das restrições é retomar a atividade econômica na capital sem retroceder e piorar os índices de contaminação pela Covid-19.

Os estabelecimentos devem seguir os mesmos procedimentos de higiene e atendimento do comércio de rua, que reabriu nesta quarta-feira (10) com movimento intenso no centro da cidade. Os shoppings terão que controlar o acesso ao público, garantindo que a lotação atinja apenas 20% da capacidade de cada prédio.

Eles também terão que oferecer álcool em gel, medir a temperatura dos clientes e evitar aglomerações nas áreas internas.

*Com informações da repórter Letícia Santini

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui