Corregedoria da Polícia Militar investiga participação de policial em assassinato de adolescente na zona sul de São Paulo. Guilherme Silva Guedes, de 15 anos, foi morto na madrugada do domingo (14) no bairro Vila Clara.

Segundo familiares da vítima, ele teria sido confundido e morto por um policial militar que fazia bico como vigilante em um galpão da região. De acordo com o portal R7, a família afirma ter encontrado o crachá de um policial no local onde Guilherme teria desaparecido.

Segundo o porta-voz da PM, Tenente Alexandre Guedes, ao menos uma pessoa foi detida. O oficial afirma que a Polícia Militar acompanha as investigações para saber se houve ou não participação de um agente na morte do jovem.

Familiares e moradores fecharam as ruas do bairro para protestar pela morte de Guilherme nesta segunda-feira (15). O protesto começou pacífico, mas terminou em confronto entre a PM e os manifestantes.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram policiais e supostos manifestantes trocando socos em uma rua do bairro. Em outro vídeo, um policial aborda um homem dando tapas e empurrões. O caso é investigado pelo departamento de homicídios da Polícia Civil.

*Com informações do repórter Leonardo Martins 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui