O Palácio do Planalto, na manhã desta segunda-feira (8), teve sua frente suja de tinta vermelha na direção da rampa usada por autoridades nos eventos oficiais. Funcionários da limpeza tiveram que ser acionados para limpar o local, próximo a cerca móvel que separa o local da rua.

Como o prédio faz parte do conjunto arquitetônico da cidade de Brasília, que é tombada como patrimônio da humanidade pela Unesco, o ataque é considerado vandalismo. O edifício é a sede do governo federal e abriga o gabinete do presidente Jair Bolsonaro, que estava no local no momento da limpeza.

De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, o homem que jogou a tinta foi levado para a Polícia Federal.

No domingo, Brasília foi palco de manifestações a favor e contra o governo federal. A maior delas não compactuava com o presidente e pedia democracia. Todas ocorreram pacificamente.

As principais insatisfações dos manifestantes é a postura do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia da covid-19. No fim de semana, o modo de divulgação dos novos casos da doença e mortos passou a ser revisto — o que reacendeu a desconfiança sobre a veracidade dos dados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui