Brad Pitt quase que se tornou um membro da Cientologia nos anos 90, na altura em que namorava com a atriz e cantora, Juliette Lewis, relata a imprensa internacional. 

Na época, o ator foi apresentado a esta religião pela companheira, com quem manteve uma relação entre 1989 e 1993. Pitt teria se envolvido durante três anos, até que decidiu se separar quer da artista quer da religião. 

Segundo o Pagesix, Brad foi obrigado a fazer saunas diariamente como parte de um “processo de purificação” em momentos que duravam cerca de cinco horas. 

É ainda referido que Pitt foi submetido a outro ritual – o ‘bull baiting’. Tratava-se de uma série de momentos nos quais era alvo de gritos constantes por parte dos seus superiores.