O ranking de ‘estabelecimentos inimigos’ de Várzea Grande e de sua população, pode ser criado caso os decretos municipais de medidas preventivas ao contágio da Covid-19 continuem sendo desrespeitados. Criação de ‘ranking de inimigos de Várzea Grande’ é cogitada após mais de mil notificações a comércios
Prefeitura de Cuiabá/Divulgação
O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da Prefeitura de Várzea Grande, região metropolitana da capital, notificou 1.158 estabelecimentos por descumprimento das medidas preventivas à transmissão da doença no município. Por causa disso, o comitê cogita criar um ranking de ‘inimigos’ do município.
Várzea Grande já registrou, até essa quinta-feira (11), 431 casos de Covid-19 e 31 mortes em decorrência da doença. No estado, o número de casos já passa de 5 mil e 163 mortes foram registradas.
O Comandante da Guarda Municipal, Evandro Homero, explicou que o ranking de ‘estabelecimentos inimigos’ de Várzea Grande e de sua população, pode ser criado caso os decretos municipais de medidas preventivas ao contágio da Covid-19 continuem sendo desrespeitados.
Ele afirma que ainda existem muitas pessoas aqueles que não querem cumprir as regras de não aglomerarem as pessoas e usarem os meios de proteção e higienização.
As notificações feitas pelas equipes de fiscalização foram em estabelecimentos comerciais, bares, lanchonetes, conveniências, distribuidoras de bebidas, shoppings centers, entre outros.
A prefeitura reforça a recomendação de cumprimento às regras de isolamento social, além das medidas de segurança de distância de 1,5 metros entre as pessoas, uso continuo de máscaras e luvas quando necessários, higienização, entre outras, caso a pessoa precise sair de casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui