Ele teria abusado sexualmente da adolescente, no dia 9 deste mês. Investigação é feita em sigilo. Um ex-servidor da Câmara de Vereadores de Guarantã do Norte, a 722 km de Cuiabá, de 30 anos, foi preso na segunda-feira (21) suspeito de estupro de uma adolescente de 13 anos.
O mandado de prisão expedido pela Comarca de Guarantã do Norte foi cumprido em Goiás após mandado judicial da Polícia Civil de Guarantã do Norte. O caso é investigado sob sigilo.
De acordo com boletim de ocorrência, ele teria abusado sexualmente da adolescente, no dia 9 deste mês.
O caso é investigado pela Polícia Civil. A denúncia foi feita pela mãe da da vítima que só descobriu o abuso após a adolescente contou sobre o abuso para uma prima.
A menina relatou que dormia quando o ex-servidor “passou as mãos em seus seios e tentou tirar sua calcinha”.
O suspeito ainda teria tirado o órgão genital para fora da roupa. A mãe chegou a questionar o suspeito que não negou a situação.
Segundo a mãe, a vítima não sabe afirmar se houve conjunção carnal e que ela está amedrontada.
Ele atuou como secretário do Legislativo de Guarantã do Norte e já teve os bens bloqueados pela Justiça por ato de improbidade administrativa.