O Governo Federal lançou nesta sexta-feira (5) o Portal da Transparência, com os nomes de todas as pessoas que receberam o auxílio emergencial. Os dados serão atualizados mensalmente, já que o programa prevê o repasse de pelo menos três etapas.

A iniciativa é uma das medidas tomadas pelo governo na esteira das denúncias de fraudes no auxílio emergencial. A secretária de Transparência e Prevenção da Corrupção da CGU, Cláudia Taya, explica que é possível denunciar o uso irregular de um documento diretamente no site.

A Controladoria-Geral da União identificou mais de duzentos mil CPFs que receberam o auxílio de forma indevida. Entre eles, os documentos de pessoas conhecidas nacionalmente como o publicitário Luciano Hang e jogador Neymar.

Pedidos de cidadãos com mandados de prisão em aberto também foram identificados pela CGU. Ainda não foi possível identificar se os portadores dos documentos cometeram as fraudes ou tiveram as informações usadas de forma indevida.

*Com informações da repórter Nanny Cox