Voluntários do projeto ‘É o bicho’ estão fazendo várias ações e três vezes por semana enviam caminhões de alimentos doados para alimentar os animais vítimas das queimadas no Pantanal. Alimentos são levados para animais no Pantanal
Instagram/ Reprodução
Voluntários do projeto “É o bicho” que atua no resgate de animais de rua em Cuiabá estão arrecadando alimentos para os animais vítimas das queimadas no Pantanal e vendendo camisetas. O dinheiro proveniente das vendas das camisetas será destinado às ações de ajuda aos animais silvestres.
As camisetas com a frase “Pantanal pede socorro” foram doadas por uma fábrica de uniformes esportivos para ajudar na campanha.
Camisetas são vendidas por R$ 40 cada
Instagram/Reprodução
As camisetas custam R$ 40.
‘É o bicho’ é um grupo sem fins lucrativos fundado em 2015. Começou com seis pessoas que trabalham no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) para resgatar os animais de rua, tratá-los e colocá-los para adoção, mas o grupo expandiu as ações.
São quase 100 voluntários atuando na campanha
Instagram/Reprodução
Hoje são 90 pessoas atuando voluntariamente na campanha.
Com o incêndio no Pantanal, eles se mobilizaram coletando doações de alimentos em pontos de coleta e levando até o Posto de Atendimento Emergencial a Animais Silvestres (PAEAS). Três vezes por semana caminhões que são contratados e pagos por grupos de proteção aos animais levam alimentos.
Cateto se alimenta das frutas e verduras disponibilizadas por voluntários
Instagram/Reprodução
Aos sábados, um caminhão disponibilizado pelo IFMT leva mais doações.
Uma vaquinha online também arrecada doações para a compra de remédios, equipamentos, questões de logística, ração ou caminhão-pipa para distribuição de água, e já conta com mais de 96 doadores.
“As pessoas estão doando muito. Às vezes recolhemos doações de alguns supermercados também”, afirma a servidora pública Hyla Fabiana, que faz parte do grupo.