Última reforma que o templo passou foi em 2005. Reaberta em 2006, governos estaduais e federais gastaram, juntos, R$ 398 mil na obra. Igreja Nosso Senhor dos Passos está fechada
Denise Soares/G1
A Igreja Nosso Senhor dos Passos, construída em 1792 em Cuiabá, está fechada devido ao risco de desabamento. O prédio é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio histórico e deve permanecer trancado até ser reformado.
A primeira alteração no templo cristão aconteceu em 1898. Na época, a igreja foi reformada pelo então bispo Dom Carlos Luís D’Amour. Em 2015, o governo do estado chegou a abrir uma licitação para revitalizar o local. O projeto foi orçado em R$ 104 mil, mas a ideia não teve andamento.
A última reforma que o templo passou foi em 2005. Reaberta em 2006, governos estaduais e federais gastaram, juntos, R$ 398 mil na obra.
A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Cuiabá informou que é necessário o Iphan aprovar o projeto de reforma para que a obra de restauração seja executada.
“Em recente avaliação das condições da construção, foi identificada a necessidade de realização de obra de contenção e escoramento para evitar futuro desabamento da estrutura atual”, diz em trecho da nota.
Parte interna da Igreja Senhor dos Passos, em Cuiabá
André Souza/ G1
De acordo com a secretaria, o projeto de restauração ainda não foi aprovado pelo Iphan por não constar o processo de sondagem. O procedimento em questão identifica as características do terreno e condições da fundação do prédio, fatores essenciais em qualquer obra, principalmente em estruturas antigas.
Em nota, o Iphan disse que realizou uma fiscalização detalhada no local e que, conforme a nota técnica, há rachaduras estruturais nas duas paredes laterais, perpendiculares à fachada principal. Para realizar o monitoramento, foram colocados selos de gesso desde o topo até a base das rachaduras.
Em vistorias periódicas, o Instituto detectou que não havia movimentação na estrutura do prédio e que as rachaduras estavam estabilizadas.
Há poucos dias, segundo o Iphan, em reunião entre representantes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, da Arquidiocese de Cuiabá, da Associação dos Amigos do Centro Histórico e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL), foi discutido o processo de reestruturação da igreja, mas não ficou definida a data para o início das obras.
“Com o início do período das chuvas, está prevista, ainda para esta semana, uma nova vistoria para elaboração de relatório técnico com o diagnóstico da atual situação do prédio”, diz.
Isso vale para qualquer bem tombado, seja de uso público ou privado. O tombamento também não interfere nas competências institucionais de outras esferas, como as Prefeituras, Governos Estaduais e outras áreas do governo federal.
A secretaria de Cultura disse que, apesar de a Igreja estar inserida no programa PAC Cidades Históricas, o valor direcionado para reforma do imóvel não é suficiente para realizar o processo de sondagem e os serviços emergenciais na estrutura.
O valor destinado para elaboração de projeto e execução da obra da Igreja Senhor dos Passos é de R$ 115 mil via PAC Cidades Históricas.
Igreja Senhor dos Passos fica no Centro Histórico de Cuiabá
Júlio Rocha/SEC-MT
Igreja Nosso Senhor dos Passos
A Igreja Nosso Senhor dos Passos foi fundada em 1792 pelo devoto Manuel Homem, conhecido por ter conseguido sair do caixão após ter sido enterrado vivo. A construção foi uma promessa que havia feito.
Manuel Homem foi o catalisador da história da Igreja Senhor dos Passos. Ele é considerado pelos historiadores um ser humano movido unicamente pela fé.
A igreja construída por ele está localizado na Rua 7 de Setembro, no Centro Histórico de Cuiabá. O imóvel está de costas para a Avenida Prainha, porque o local não tinha importância na época.
A Prainha acabou virando um esgoto à época e local só ganhou relevância após o governo realizar a transferência do poder, que estava localizado no Palácio Alecanstro, para a Avenida do CPA. Após isso, a Prainha acabou se expandindo, foi pavimentada e o córrego foi fechado.