Em Mato Grosso, três casos de pacotes com sementes já foram registrados. Pessoas estão recebendo sementes desconhecidas em remessas estrangeiras
Divulgação/Ministério da Agricultura
O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) fez um alerta sobre pacotes de sementes não solicitados que seriam vindos da China que estão sendo endereçados a cidadãos comuns em pequenos pacotes atrelados à diversas compras realizadas como se fossem um brinde.
Em Mato Grosso, três casos de pacotes com sementes já foram registrados.
Em alguns casos, de acordo com o Indea, até mesmo pessoas que não tenham solicitado qualquer mercadoria daquele país têm recebido estas embalagens.
A orientação é que, no caso de recebimento de pacotes suspeitos, as pessoas não sejam abertos e que os cidadãos mantenham as embalagens originais preservadas.
Não plantem, manipulem, nem joguem no lixo o conteúdo e encaminhem imediatamente a embalagem (preferencialmente inviolada) à unidade do Indea mais próxima ou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que realizarão os procedimentos necessários.
De acordo com o Indea, o material tem procedência e qualidade desconhecida, podendo ser um potencial veiculador de patógenos ou espécies de plantas daninhas exóticas e potenciais causadores de prejuízos econômicos à sanidade vegetal.
O risco é que, com o cultivo, pragas ou doenças que não existem no Brasil, possam ser introduzidas. A orientação do Ministério para quem receber esse material, é para que entregue em alguma unidade do órgão ou ainda em unidades do Indea.