De acordo com as investigações, o suspeito, que tem 59 anos, utilizava das condições de saúde para abusar da vítima. Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres
Polícia Civil de Mato Grosso
Um homem foi preso preventivamente suspeito de abusar sexualmente da enteada portadora de necessidades especiais, de 21 anos, em Cáceres, na tarde dessa quarta-feira (23).
O homem, que é líder religioso, foi preso em seu serviço no bairro São José.
De acordo com as investigações, o suspeito, que tem 59 anos, utilizava das condições de saúde para abusar da vítima.
A Polícia Civil informou que começou a investigar o caso há duas semanas, após a mãe da vitima procurar a Delegacia de Defesa da Mulher de Cáceres para registrar o boletim de ocorrência.
As irmãs da vítima flagraram o padrasto mantendo relação sexual durante a madrugada com a vítima e contaram à mãe.
A vítima afirmou que os abusos ocorreram por diversas vezes e principalmente durante a noite, enquanto todos dormiam.
A mãe contou à delegada Judá Maali Marcodes, que chegou a questionar o suspeito e este não se explicou, apenas saiu de casa.
Após ser preso, o suspeito alegou que confundiu a enteada com a esposa, vez que tinham o mesmo corpo e por estar escuro no quarto.
Os laudos comprovaram o abuso sexual, de modo que autoridade policial representou pela prisão preventiva. Na tarde de quarta-feira (23), equipe da Delegacia de Defesa da Mulher de Cáceres cumpriu o mandado judicial, prendendo-o preventivamente.
O investigado encontra-se na cadeia publica de Cáceres, à disposição da Justiça.