O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, vai ser ouvido nesta terça-feira (9) pela Comissão Externa da Câmara dos Deputados que debate o coronavírus. Ele foi convidado por deputados do colegiado para falar sobre as mudanças na divulgação dos dados diários da covid-19, que gerou repercussão negativa entre diferentes instituições.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também estará presente. Pelas redes sociais, disse que vai ser “uma boa oportunidade para encontrarmos uma solução para a divulgação de dados”.

Ainda segundo ele, “não podemos achar normal que, num momento como este, haja omissão de dados sobre a pandemia no Brasil”. Mais cedo, ele afirmou que “brincar com a morte é perverso” e que “um ministério que tortura números cria um mundo paralelo para não enfrentar a realidade dos fatos”.

Já o presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, anunciou que “a Comissão Mista Especial de Acompanhamento do Coronavírus trabalhará com os dados estatísticos da pandemia fornecidos pelos estados e DF”.

Também em reação à polêmica, a Câmara pode pautar nesta semana um projeto que obriga o governo a ser mais transparente na divulgação. O texto deve pedir um maior detalhamento de informações sobre casos e óbitos, além da situação do sistema de saúde e do uso do dinheiro público nas ações de combate à doença.

No Supremo Tribunal Federal, o ministro Alexandre de Moraes foi sorteado como relator de uma ação da oposição que questiona as mudanças feitas pelo ministério e obriga o governo a divulgar os dados diários de covid-19 e de Síndrome Respiratória Aguda Grave até às sete e meia da noite.

*Com informações do repórter Levy Guimarães

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui