No interrogatório ele confessou estar conduzindo o Jaguar e também confirmou não ter prestado socorro à vítima e permanecido no local do acidente. Motorista de Jaguar é multado em R$ 3 mil e tem carteira recolhida após matar pedestre atropelado e fugir em CuiabáMotorista de Jaguar foi multado em R$ 3 mil e tem carteira recolhida após matar pedestre atropelado e fugir em Cuiabá; foto mostra peça do automóvel que ficou no local do acidente
Deletran
Um motorista de um Jaguar foi multado em R$ 3 mil, teve a carteira de habilitação recolhida e foi indiciado por homicídio após matar um pedestre atropelado e fugir sem prestar socorro à vítima, em Cuiabá. O nome do motorista, de 27 anos, não foi divulgado pela Polícia Civil.
O acidente ocorreu no domingo (26) no bairro Monte Libano, em Cuiabá, perto de um posto de combustível.
A Delegacia Especializada de Trânsito (Deletran) informou nesta terça-feira (28) que identificou o motorista do veículo de luxo que causou o acidente que vitimou o homem.
O acidente ocorreu no domingo (26) no bairro Monte Libano, em Cuiabá, perto de um posto de combustível
Deletran
Segundo a Deletran, o motorista foragiu do local e vítima, de aproximadamente 40 anos, não foi identificada.
Através de investigações, o suspeito foi identificado e interrogado na manhã desta terça-feira na Deletran.
No interrogatório ele confessou estar conduzindo o Jaguar e também confirmou não ter prestado socorro à vítima e permanecido no local do acidente.
De acordo com o delegado da Deletran, Christian Alessandro Cabral, diante das evidências, o suspeito foi indiciado pela prática dos crimes de homicídio culposo (quando não há intenção) no trânsito qualificado pela omissão de socorro e fuga de local.
Ele também foi multado em aproximadamente R$ 3 mil por infrações de trânsito cometidas e teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida.
Se condenado pelos crimes, pode pegar até sete anos de detenção.
Conforme a Polícia Civil, ele foi liberado por não estar em situação de prisão em flagrante.