Após mais de 20 dias do anúncio da sua saída do governo de Jair Bolsonaro, a atriz Regina Duarte foi exonerada do cargo de secretaria especial de Cultura. A exoneração foi publicada em edição desta quarta-feira (10) do “Diário Oficial da União”.

O anúncio da saída de Regina do comando da secretaria aconteceu em 20 de maio por meio de um vídeo gravado pelo presidente em companhia da atriz. Na ocasião, Bolsonaro afirmou que a agora ex-secretária de Cultura sentia falta da família e, por isso, desejava voltar para São Paulo, onde assumiria a Cinemateca Brasileira.

A Cinemateca é vinculada à Secretaria da Cultura, responsável pela preservação da produção audiovisual do país.

Regina Duarte assumiu o comando da secretaria de Cultura em 04 de março, após longo período de negociações com o presidente da República. A exoneração publicada nesta quarta-feira foi assinada por Jair Bolsonaro e pelo ministro do Turismo, Marcelo Henrique Teixeira Dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui