O crime foi registrado no dia 1º de março. O corpo de Luzinete Maria Feitosa, de 57 anos, foi localizado por um familiar na casa dela, no Bairro Cohab Durval Tomas, em Nova Brasilândia. Luzinete Maria Feitosa, de 57 anos, foi encontrada sem vida dentro da casa dela em Nova Brasilândia
Arquivo pessoal
O suspeito de estuprar e matar uma mulher em Nova Brasilândia, a 223 km de Cuiabá, foi preso nessa segunda-feira em Chapada dos Guimarães, a 65 km da capital.
O crime foi registrado no dia 1º de março. O corpo de Luzinete Maria Feitosa, de 57 anos, foi localizado por um familiar na casa dela, no Bairro Cohab Durval Tomas, em Nova Brasilândia. Ela estava nua e apresentava lesão do rosto.
O suspeito estava com mandado de prisão decretado pela Comarca de Chapada dos Guimarães.
A vítima foi estuprada e morta mediante esganadura. Após cometer o homicídio, o suspeito roubou certa quantia dinheiro que havia na casa e fugiu do local. 
Com base nos indícios e evidências de autoria, a Polícia Civil representou pelo pedido de prisão do investigado, que foi deferido pela Justiça. Diante da ordem de prisão os policiais civis de Chapada dos Guimarães, conseguiram localizar e prender o suspeito.
Em cumprimento ao mandado de prisão o acusado foi conduzido para Delegacia de Chapada dos Guimarães, para providências cabíveis e posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.
O caso
Uma mulher foi assassinada nesse domingo (1º) na cidade de Nova Brasilândia, a 223 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi identificado, mas não foi preso. O homem apontado como autor do crime teria invadido a casa dela pelo telhado do banheiro.
Luzinete Maria Feitosa, de 57 anos, foi encontrada sem vida dentro da casa dela.
O crime ocorreu pela manhã de domingo no bairro Cohab Durval Tomas em Nova Brasilândia
Testemunhas tiveram que arrombar a porta da residência para saber se a vítima estava no local.