Oito garimpeiros já foram presos durante operação. Eles estão sendo investigados pelos crimes de associação criminosa, garimpo ilegal, desmatamento e poluição de rio. As penas, somadas, podem chegar a 20 anos de prisão. PF prende suspeitos por garimpo de ouro ilegal em Rio Sararé (MT)
Polícia Federal/MT
A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira (12) três garimpeiros por extração ilegal de ouro no Rio Sararé, que fica na Terra Indígena Sararé, entre Pontes e Lacerda e Vila Bela de Santíssima Trindade, no sudoeste do estado.
As prisões fazem parte do desdobramento à Operação Alfeu, de desocupação do garimpo ilegal, que foi realizada no fim de maio, em Cáceres.
Após a desocupação, oito garimpeiros já foram presos por insistirem na extração.
PF prende suspeitos por garimpo ilegal em Rio Sararé (MT)
Polícia Federal/MT
Eles estão sendo investigados pelos crimes de associação criminosa, garimpo ilegal, desmatamento e poluição de rio, cujas penas somadas podem chegar a 20 anos de prisão.
A operação contou com a participação de cerca de 300 agentes públicos, entre eles a Polícia Federal, o Exército Brasileiro, a Funai e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).
As ações da Polícia Federal continuarão por tempo indeterminado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui