Segundo a Polícia Federal (PF), 11 turistas de Minas Gerais pescavam em uma fazenda quando invadiram o Parque Indígena do Xingu. Indígenas no Parque do Xingu, em Mato Grosso
Lígia Vendramin/Sema-MT
Pescadores de Unaí (MG) estão sendo mantidos reféns por indígenas da Aldeia Rawo, da etnia Ikpeng, no Parque Indígena do Xingu, desde esse domingo (27).
Segundo a Polícia Federal (PF), 11 turistas de Minas Gerais pescavam em uma fazenda quando invadiram a reserva indígena.
A Funai de Canarana informou que não trata-se de sequestro e que houve uma invasão à terra indígena no Xingu. Uma equipe da Funai foi até o local na noite de domingo e ainda não retornou.
A Polícia Federal foi acionada pela Funai para retirar os invasores do local.
Conforme a PF, as informações repassadas pela Funai são de que os indígenas ficaram com receio devido à pandemia do coronavírus e, por isso, acionaram as autoridades.
A equipe da PF ainda não retornou e no local não há sinal de celular.